ARTE

Desenhos
Arte publicada
            . Descrição do Martírio. Poema musicado por Milton Gomes e dado a público em concertos do Grupo de Percussão do Seminário de Música da Universidade Federal da Bahia. Estréia em concerto na Capela do Museu de Arte Sacra da UFBA, na Quinta Feira Santa de 1965.
            . Forte do Mar de São Marcelo. Poema/poster, com fotografia de Regina Martinelli Serra. Fundação Nacional Pró-Memória, 1986.
            . Aroma de Pan: Incenso e Várias Essências. Tradução do Hino Órfico a Pan, direta do original grego. Folha de São Paulo, Folhetim n. 538, 08. 05. 87.
            . Lâmina de Petélia. Tradução, direta do original grego, de Lamela Áurea encontrada em Petélia. Humanidades n. 15. Brasília, 1987/8. ISSN 0102 – 9479.
            . Ajuda. In: Vários Autores: Contos Premiados. Salvador, Empresa Gráfica da Bahia, 1989. ISBN 85 -7149 – 012 – 0
            . Dioniso no Teatro. O Prólogo da Tragédia “As Bacantes”, de Eurípides. Tradução direta do original grego. Jornal da Bahia: Fetiche, 28 de janeiro de 1990. Republicado na Revista da USP, São Paulo, 18 de agosto de 1993. ISSN 0103-9989

            . Dádiva. (Conto). Revista da Bahia, n. 16. Salvador, março/maio de 1990. ISSN 0103 -2089

            . Oriki de Oiá.  Tradução de texto iorubá estabelecido por S. Salami. Exu, n. 21. Salvador, maio/junho de 1991.

            . A Canção de Gaspar Hausen. Tradução do Poema de Verlaine: “La Chanson de Gaspar Hausen”. Em colaboração com José Carlos Capinan. A Tarde Cultural. Salvador, 07. 07. 91.

            . O Amor no Inferno. Tradução do episódio de Francesca da Rimini (Canto V do Inferno, vv. 70-142), da Divina Comédia de Dante Alighieri. A Tarde Cultural. Salvador, 07. 07. 91.

            . Rapsódia XVIII – A Queda.  (Poema). Exu, julho/agosto de 1991.

            . No Aniversário de Virgílio. (Poema). A Tarde Cultural. Salvador, 26 de outubro de 1991.

            . Erinlé. Revista Internacional da Língua Portuguesa, 5/6. Lisboa, dezembro de 1991.

            . Louvação de Oxum. Letra de canção musicada por Roberto Mendes, gravada por Maria Bethânia, no disco Gota d’Água, selo Polygram, 1992. GRA 64420892.

            . Bodas de Mangue. A trágica história da gringa mal servida. (Cordel). Peça teatral encenada pelo Grupo Ogbon, sob a direção de Carlos Gregório, no Teatro SESC Rio Vermelho e no Teatro Vila Velha, em duas temporadas, no ano de 2003. O cordel foi assinado com o pseudônimo de Cancão de Fogo.

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios