O encantamento de sua santidade Cancão de fogo

Salvador, Editora da Universidade Federal da Bahia, 2006. Livro de cordel que repõe em circulação a figura legendária de Cancão de Fogo, um herói popular brasileiro, personagem um tanto esquecido de contos, versos e anedotas picarescas nordestinas. Além de uma trilogia sobre as aventuras de Cancão de Fogo, encerra um outro cordel, intitulado “Bodas de Mangue”, que já fora dado a público sob a forma de peça teatral encenada no Teatro Vila Velha, em Salvador, sob a direção de Carlos Gregório, com narração de Antônio Vieira e papéis dramáticos principais vividos pelos atores Bárbara Borgga e Hilton Sousa.

 

AS ORELHAS DO CANCÃO

 

PRIMEIRA: Orelha de livro nem sempre é surda. Você tem nas mãos, meu caro leitor, um cordel piedoso, dedicado a um santo. Se quiser se confessar, está na hora. Conte aqui discretamente seus pecados, depois repita a ladainha no ouvido de uma moça bonita, até ela se arrepiar. Os tapas que levará serão sua penitência. A leitura desta obra devota o ajudará a corrigir-se. Ou a pecar com mais graça e devoção. Para purificar-se, beba, depois, um bom gole de cachaça. Mas não se esqueça de derramar um pouco pro santo. Se não fizer isso, estará sujeito ao mal dos chifres. Se você é mulher, confesse primeiro, depois dê. Em seguida, torne a dar com tranquilidade: estará inteiramente perdoada.

 

SEGUNDA: Se você fez tudo que a gente recomendou na primeira orelha, não tem jeito: é safado mesmo. Se não fez, é uma besta. Em qualquer hipótese, deve recorrer a Sua Santidade Cancão de Fogo. Beba outro gole de pinga e compre mais exemplares deste livrinho. Para dar de presente a seu único amor. Um para cada: é o bastante. Leve também uma estampa milagrosa do Cancão, dessas que fez o Carlos Gregório quando ainda tinha uma gota de juízo. Bom, se você não sabe ler, ignore esse aviso.

 

Editora: EDUFBa
Autor(es): Ordep Serra

114 páginas
1ª edição (2006)
Assunto: Cordel
ISBN: 
8523204245

Anúncios